Mundo cristão Vida cristã

Bibliosodrops: o que são as 5 solas? #DiaDaReforma

Em homenagem ao #DiaDaReforma, vou compartilhar uns drops sobre o que são as 5 solas, os 5 pontos da reforma, ou seja, os 5 fundamentos da fé Protestante que você deveria conhecer!

Sola scriptura: Somente a escritura.

A Igreja Católica sempre acreditou, como nós, que a Palavra de Deus era a única fonte de autoridade doutrinária sobre a igreja; acreditavam, contudo, que havia 3 fontes objetivas da Palavra de Deus: as Escrituras, a tradição da Igreja e o Magistério (a palavra das autoridades da Igreja, e, em última instância, do Papa). Lutero diz que, apesar de serem muito importantes tanto a tradição, quanto o Magistério, estes não são fontes objetivas da Palavra de Deus, não possuindo, dessa forma, a infalibilidade bíblica. Somente a Escritura Sagrada, a Bíblia, é a Palavra de Deus, imutável e infalível.

Sola gratia: somente a graça.

A meu ver, o principal ponto. Inclusive, farei referência a esse ponto ao explicar todos os demais. Na verdade, eu diria que o sola gratia, hoje, rege toda a minha teologia. Apenas a graça pode salvar o homem, não existe qualquer outro elemento envolvido, em contraposição ao peso das obras em que a Igreja Católica acreditava. Fé é o meio pelo qual a graça opera, obras são o fruto da graça em nós, mas somente a graça, sozinha, salva.

Sola fide: somente a fé.

Fé é o único meio pelo qual podemos receber a graça. Fé é também a única participação humana na salvação, e é a ação de receber a graça. E até mesmo a fé em si vem de graça, é dom gratuito de Deus. Gosto da definição de Spurgeon sobre a fé, disponível no livro “Tudo pela graça”. Ele diz que a fé é como se fosse o membro humano que tem a função de ser o receptáculo da graça, agarrando-a, como a mão do macaco estende-se para receber a banana de seu mestre. Claro que a fé é também o ato de crer no agir de Deus no nosso dia-a-dia, ela é o depender de Deus; mas relativamente à salvação, fé é isso: o receptáculo da graça.

Solus Christus: somente Cristo.

Jesus Cristo é a única fonte existente da graça, do favor Imerecido de Deus. Logo, somente através de Cristo podemos ser salvos, pois não se encontrará a graça em nenhum outro lugar. Por isso Ele é o nosso Salvador, pois dele provém a nossa vida. A graça é a essência de Cristo, e devemos olhar para ele a cada bênção que a graça nos dá, e a Ele sermos gratos todos os dias. De fato, não se pode desvencilhar a graça de Cristo, pois a graça não é uma coisa, algo inanimado, a graça é o próprio Cristo, e por isso nos proporciona uma relação tão íntima e individual.

Soli Deo Gloria: somente a Deus a Glória.

Todo louvor, toda adoração, toda Glória deve ser dada exclusivamente ao Pai. Nem mesmo Cristo usurpou essa Glória. O fim de todo o Evangelho é a adoração ao Pai, nós somos salvos justamente para adorá-lo. Por mais que possamos admirar pessoas usadas por Deus, como os apóstolos da Bíblia, ou mesmo o pastor de nossa igreja, jamais nos esqueçamos que todos são meros homens, pecadores justificados pela graça, e que a Glória deve ser dada única e exclusivamente ao Pai.

Considerações finais

Espero que eu possa ter atingido o objetivo do post, que era trazer uma noção básica dos cinco solas. Quem sabe, de quebra, posso ter despertado seu interesse sobre o assunto. Se esse é o caso, recomendo essa série do blog Voltemos ao Evangelho. É uma série de artigos, cada um sobre um sola, com teor mais profundo, mas com uma linguagem bastante simples.

Espero ainda que este post tenha servido de bênção e edificação para você. Afinal, como já escrevi anteriormente, a teologia tem que ser um meio de bênçãos, tem que ter como fim o amor, senão, de nada vale. Amém!

Foto: “Martin Luther, painted portrait DDC_8741”, por Thierry Ehrmann


Para perguntas ou pregações e palestras na sua igreja, entre em contato. Não esqueça de curtir a nossa página, inscrever-se no canal e nos seguir no Twitter e no Instagram!

Facebook Comments

Sobre o autor

Filippe D. de Souza

Dono, editor e escritor do blog.
Pastor e líder de voluntários na Igreja Palavra Viva (rodapé), advogado, formado em Direito pela UFSC, cursando Teologia livre pela Unigrace.

Deixar um comentário

Share This